26ª Sapecada da Canção Nativa

Classificadas para a 26ª Sapecada da Serra Catarinense, uma promoção da Prefeitura de Lages, executada pela Fundação Cultural de Lages com o patrocínio da Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC.

1 – ANGUSTIA

LETRA E MÚSICA: NINO ERNESTO ZANNONI

RITMO: RASGUIDO DOBLE

2 – A PROFESSORA DA ESCOLINHA

LETRA: FELIPE BACCHIERI

MÚSICA: FABIANO BACCHIERI

RITMO: CHAMARRA

3 – ATÉ O ÚLTIMO PEDAÇO

LETRA: ANTONIO NUNES OPPITZ

MÚSICA: FREDERICO CARDOSO PINTO

RITMO: MILONGA

4 – CAMINHO DE SEMPRE

LETRA: FRANCISCO BRASIL

MÚSICA: ANDRÉ TEIXEIRA

RITMO: MILONGA

5 – CHAMAMÉ DEL OLVIDO

LETRA E MÚSICA: MARIA FERNANDA FERRAIRA

RITMO: CHAMAMÉ

6 – DESPEDIDA

LETRA: EVAIR SUAREZ GOMEZ

MÚSICA: JULIANO GOMES

RITMO: CHIMARRITA

7 – DO TEMPO QUE O VÔ CANTAVA

LETRA E MÚSICA: LISANDRO AMARAL

RITMO: CHAMARRITA

8 – EMBUÇALADO

LETRA: OTÁVIO LISBOA

MÚSICA: FABIANO BACCHIERI

RITMO: CHACARRERA

9 – FLOR PERFUMADA

LETRA: LUIZ EDUARDO DA SILVA LIMA

MÚSICA: VOLMIR COELHO

RITMO: MILONGA CANÇÃO

10 – JORNADA SEM COR

LETRA: CARLOS OMAR VILLELA GOMES

MÚSICA: RAINÉRI SPOHR

RITMO: CHAMAMÉ

11 – LÁ NO CERRO DO CANZIL

LETRA: JOÃO RAFAEL TEIXEIRA CHIAPPETTA

MÚSICA: LISANDRO AMARAL

RITMO: CHAMARRA

12 – O PINHEIRO E O PINHÃO

LETRA: BINHO PIRES

MÚSICA: ERLON PÉRICLES

RITMO: MILONGA

13 – PEQUEÑO ADIÓS

LETRA: NINO ERNERSTO ZANNONI

MÚSICA: MIGUEL ANGELO TAYARA

RITMO: CHAMAMÉ

14 – PÉ SOLITO, PONTA CEGA

LETRA: MARCELO GOMES E GIOVANI GONZALEZ

MÚSICA: JULIANO GOMES E LEONEL GOMES

RITMO: MILONGA

15 – QUADRO PAMPA

LETRA: ROGÉRIO PEREIRA ÁVILA

MÚSICA: LEONEL GOMES

RITMO: CHIMARRITA

16 – VIDA FORA, NOITE ADENTRO

LETRA: ROGÉRIO VILLAGRAN

MÚSICA: KIKO GOULART

RITMO: MILONGA

Lista composições suplentes Sapecada da Canção Nativa:

1°- CORDAS

LETRA: EVAIR SOARES GOMEZ

MÚSICA: MAURO MORAES

RITMO: MILONGA

2°- NA ROSA FLOR DE UM CAMINHO

LETRA E MÚSICA: LUCAS GROSS

RITMO: CANÇÃO

3°- A ZAMBA QUE FIZ PRA TI

LETRA: ROGÉRIO VILLAGRAN

MÚSICA: KIKO GOULART

RITMO: ZAMBA

4°- ATIRA QUE EU TO BALEADO

LETRA: MATEUS NEVES DA FONTOURA

MÚSICA: ZÉ RENATO DAUDT

RITMO: VANEIRA

#triagemsapecada #sapecadadacancao #fundacaoculturaldelages

18ª Sapecada da Serra Catarinense

Classificadas para a 18ª Sapecada da Serra Catarinense, uma promoção da Prefeitura de Lages, executada pela Fundação Cultural de Lages com o patrocínio da Universidade do Planalto Catarinense – UNIPLAC.

1 – BUGIO LAGEANO

LETRA E MÚSICA: ELOI DARTORA DE SOUZA

RITMO: BUGIO

2 – COXILHA RICA “O POUSO”

LETRA: ALESSANDRO CIVA E PABLO VARGAS

MÚSICA: PABLO VARGAS

RITMO: CHAMAMÉ

3 – DONA FLOR

LETRA: WILSON GABRIEL CAMARGO

MÚSICA: LUCAS CASSIANO SOARES DE OLIVEIRA

RITMO: MILONGA

4 – DORES DO OFÍCIO TROPEIRO

LETRA: LUCAS CASSIANO SOARES DE OLIVEIRA E MARCOS EDUARDO NETO

MÚSICA: LUCAS CASSIANO SOARES DE OLIVEIRA

RITMO: CHAMARRA

5 – DE RELANCINA

LETRA E MÚSICA: DANIEL MATEUS DA SILVA

RITMO: VALSA

6 – FLORZITA MORENA

LETRA E MÚSICA: LEANDRO PEREIRA SUTIL

RITMO: CHAMAMÉ

7 – GOELA A BAIXO

LETRA E MÚSICA: RENATO GOMES

RITMO: RANCHEIRA

8 – MEDO

LETRA: LEONARDO ALVES CORDEIRO

MÚSICA: REGINALDO FARBER

RITMO: MILONGA

9 – MULETEIRO

LETRA E MÚSICA: JULIANO DA SILVA DUARTE

RITMO: PAGODE DE VIOLA

10 – PRA O ANO

LETRA: CASSIANO EDUARDO PINTO

MÚSICA: ALBERTO VENTURA NETO

RITMO: MILONGA

11 – PAGOS LAGEANOS

LETRA: RAMIRO AMORIM

MÚSICA: LEANDRO PEREIRA SUTIL

RITMO: CHAMAMÉ

12 – PRA QUEM TEM ALMA DE CAMPO

LETRA: IRADI CHAVES RODRIGUES

MÚSICA: DOZINETE DE FATIMA PAULA WOLFF

RITMO: MILONGA

13 – SONIDOS DE ESPERANÇA

LETRA: RAMIRO AMORIM

MÚSICA: KIKO GOULART

RITMO: MILONGA/CANDOMBE

14 – SILHUETA

LETRA: RIVAIR ALVES DA SILVA NETO (ZECA ALVES)

MÚSICA: ARTHUR BOSCATO

RITMO: MILONGA/CHAMARRITA

15 – SENHORITA

LETRA E MÚSICA: RODRIGO SANDI

RITMO: TOADA

16 – VALSEANDO

LETRA: DANIEL MATEUS DA SILVA

MÚSICA: MAICON FERNANDES DE OLIVEIRA

RITMO: VALSA

Lista das composições suplentes da Sapecada da Serra:

1ª – PAI

LETRA E MÚSICA: ULISSES FRANCISCO DA SILVA

RITMO: MILONGA

2ª – ERA UMA VEZ

LETRA E MÚSICA: MICHAEL MARTINS

RITMO: MILONGA

3ª – SENTINELA

LETRA: OSVALDO ATAIDE

MÚSICA: DONISETE DE FÁTIMA (ZETTI GAUDÉRIA)

RITMO: CHAMAMÉ

4ª – MORENA

LETRA E MÚSICA: RICARDO PADILHA DE OLIVEIRA

RITMO: CHAMARRITA

#triagemsapecada #sapecadadaserracatarinense #fundacaoculturaldelages

Jurados das Sapecadas

Os jurados da 26ª Sapecada da Canção Nativa e da 18ª Sapecada da Serra Catarinense 2018 selecionarão 32 composições nos dias 29, 30 e 31 deste mês na Fundação Cultural de Lages (FCL). Segundo o superintendente da Fundação Cultural de Lages, Giba Ronconi, a escolha dos jurados foi rea lizada com base na experiência e currículo dos tradicionalistas. “A organização das Sapecadas sempre primou pela qualidade não só das apresentações, mas também pelo quadro de jurados de alto nível”, comenta.

Alessandro Kramer – acordeonista, compositor (RS)

Aluisio Rockembach – acordeonista, compositor, produtor e arranjador (RS)

Angelo Franco – intérprete, violonista, e compositor (RS)

Ita Cunha – intérprete, músico e compositor (RS)

Jones Andrei Vieira – acordeonista, intérprete, arranjador e compositor (SC)

Ricardo Bergha – intérprete, violonista, arranjador e compositor (SC)

Sérgio Carvalho – poeta, fotógrafo, radialista e cirurgião dentista (RS)

32º Rodeio Internacional da Vacaria tem lucro de mais de R$ 1,5 milhão

O maior rodeio crioulo da América Latina realizado no Rio Grande do Sul, apresentou resultado positivo de R$ 1.715.266,21 demostrando a comunidade, associados e apoiadores que graças ao zelo administrativo do já consagrado evento da cultura gaúcha, este caminha para a sustentabilidade financeira.

Um trabalho sério administrativo, marketing, comercialização e utilização correta dos mecanismos de incentivo a cultura, especificamente a Lei de Incentivo Estadual e a Lei Rouanet contribuíram para este resultado que permitiu a patronagem iniciar o saneamento de dívidas antigas e abrir a possibilidade de investimentos na infraestrutura do parque dos rodeios.

Cabe destacar também a entrega a Brigada Militar de um veículo pela prestação de serviço de segurança e apoio ao evento, mais uma demostração que comunidade e evento estão evoluindo juntos.

Nossa opinião: “Quando se deixa de encarar a gestão do dinheiro da cultura regional como pecado e sim como economia da cultura, os lucros além de financeiros são do fomento real a arte”. Éder Goulart

Fonte: https://www.facebook.com/RodeioCriouloInternacionaldeVacaria