Museu Histórico Thiago de Castro mostra seu acervo pela internet

Vídeos explicativos estão sendo postados no canal do YouTube da Fundação Cultural de Lages

Externar através das visitas guiadas o acervo do Museu Histórico Thiago de Castro (MHTC) – que ostenta desde utensílios domésticos e médicos do fim do século XVIII, passando por lanças, artigos indígenas, objetos do tropeirismo, até um dos maiores acervos documentais do país – é um dos objetivos da equipe do Museu.

No entanto, com o decreto de isolamento social e o fechamento temporário de espaços públicos por conta da pandemia do novo Coronavírus, o Museu e outros equipamentos culturais administrados pela Prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural (FCL) tiveram que fechar suas portas.

Assim como os instrutores e alunos do Programa Lages Melhor e da Escola de Artes Elionir Camargo Martins – também gerenciados pela FCL – que estão tendo aulas pela internet, o pessoal do Museu também procurou uma forma de não perder o contato com o público que não pode sair de casa.

Vídeos mostrando o interior do Museu e um pouco da história estão sendo publicados no canal do YouTube da Fundação Cultural. “Já temos dois episódios publicados, neles contamos um pouco da história dos nossos patronos e dos nossos espaços dentro do museu”, explica o auxiliar administrativo, Paulo Guasselli.

Segundo o superintendente da FCL, Giba Ronconi, são ações que se somam às atividades de outros equipamentos culturais da Fundação que podem usar a internet como meio. “Nossos instrutores de artes do Programa Lages Melhor e da Escola de Artes já estão desenvolvendo seus programas através de aplicativos, a biblioteca pública mantém seus leitores atualizados com sugestões e dicas pelas redes sociais e agora o pessoal do museu publica um pouco da história e do seu acervo no YouTube”, diz.

Para acompanhar os capítulos sobre o Museu Histórico Thiago de Castro (MHTC) basta acessar o canal da Fundação Cultural de Lages no YouTube.

Texto: Fabrício Furtado

Imagens: canal FCL no YouTube