Itaú Cultural lança o Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência

Com o objetivo de movimentar a economia criativa de maneira rápida e eficaz, em tempos de pandemia mundial de coronavírus, o Itaú Cultural lança o Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência. O primeiro edital, com inscrições abertas a partir das 9h do dia 6 (até as 23h59 de 10 de abril), é voltado para os artistas das artes cênicas – circo, dança e teatro – impedidos de se apresentar presencialmente neste momento de necessidade de isolamento social.
Os inscritos podem candidatar práticas artísticas de dois tipos:

– Trabalhos produzidos no período da quarentena: o inscrito poderá propor uma apresentação ao vivo (em tempo real) ou enviar o trabalho já gravado em vídeo, desde que realizado na condição de isolamento;

– Espetáculo cênico completo (dança, teatro ou circo) em material audiovisual gravado antes da quarentena: porém, para que esta modalidade seja ajustada ao momento atual, é preciso que haja uma intervenção gerada no momento de isolamento. O inscrito deverá propor uma leitura ou um novo olhar sobre esse material – apresentando, em texto escrito ou vídeo, novas abordagens ou compreensões, análises, contextos, reflexões críticas sobre a obra.

A participação no Rumos não invalidará a adesão a qualquer outro programa de fomento que o Itaú Cultural promova neste período.

Serão selecionados pela equipe de programadores de artes cênicas do Itaú Cultural até 120 trabalhos, sendo até 90 no eixo “trabalhos produzidos no período da quarentena” e até 30 no eixo “espetáculo cênico completo (dança, teatro ou circo) em material audiovisual gravado antes da quarentena”. Todos receberão valores de até 10 mil reais líquidos como remuneração pelo licenciamento dos direitos autorais do trabalho.

Para acessar o edital, clique aqui.