10 DICAS PARA VOCÊ AJUDAR SEU ARTISTA PREFERIDO NESTA CRISE

Por @edergoulartoficial

Você já pensou que a classe artística foi um dos primeiros segmentos da economia que paralisaram suas atividades e tudo indica que deverão ser um dos últimos a retomar sua rotina devido a crise provocada pelo COVID-19?

Ainda não se tem orientações e segurança para a liberação de eventos com aglomeração de pessoas. A realidade é que não há consenso de medidas preventivas em todos os países por onde a pandemia passou.

Muitos destes artistas estão em uma situação crítica pois vários dependem exclusivamente da venda de ingressos, shows e o contato direto com seu público.

Diante disso elaboramos 10 Dicas para você ajudar seu artista preferido nesta crise:

  1. Faça sua inscrição no canal do Youtube de seu artista é necessário pelos menos 1.000 pessoas inscritas para que este comece a receber R$ pelas visualizações.
  2. Assista os conteúdos oficiais no Youtube são necessárias mais de 4.000 horas assistidas para cumprir os requisitos de monetização na plataforma.
  3. Compartilhe as lives, materiais gráficos, músicas, redes sociais, interaja e convide seus amigos para seguirem seus artistas.
  4. Procure uma maneira de ajudar o artista se ele disponibilizar formas de arrecadação de recursos como vaquinha on-line ou conta bancária. Contribua na medida do possível com qualquer valor ou cota.
  5. Se você aposta mesmo no seu artista faça um contrato antecipado para um encontro depois que tudo isso passar. Formalize e adiante o cachê em 50% ou integral. Assim logo que tudo passar tenho certeza que o artista vai cumprir o compromisso valorizando sua confiança.
  6. Adquira produtos personalizados que podem ser entregues pelo delivery. Camisetas, bonés, canecas, CD´s, livros, DVD´s, adesivos, acessórios. Faça encomendas assim o artista vai fabricando conforme a demanda dos pedidos não precisando investir no lote inicial de seus produtos.
  7. Não cancele eventos que já tinha contratado, remarque suas apresentações. Isto pode ajudar o artista a por exemplo conseguir linhas de crédito para pagamentos mediante comprovantes de contrato.
  8. Se possível também não peça reembolso de ingressos de espetáculos, shows, festivais aguarde para comparecer e rever aquele show tão esperado vai ser inesquecível.
  9. Se for empresário e sua atividade estiver em condições de funcionamento invista em patrocínios nas transmissões on-line e produtos personalizados. Na crise as marcas não podem ser esquecidas continue investindo na sua imagem.
  10. Verifique se os artistas não aceitam permutas em produtos e serviços, neste momento tudo ajuda nas despesas que dependiam dos cachês como alimentação, combustível e internet.

São sugestões, pense e converse com seu artista. Lembre principalmente dos artistas locais e amigos que são os que tem menor reserva para esta parada de trabalho.

Sem arte não é possível viver bem.  

A arte tem sido uma das maiores parceiras da sociedade nos tempos de confinamento imagine esta situação sem leitura, filmes, música e a sensibilidade da arte para conforto da humanidade.

Se puder ajude.

Éder Goulart – cantor, comunicador e produtor cultural

@edergoulartoficial – (49) 98822-9701